Entenda como o tema da orientação sexual nas empresas contribui para um ambiente de trabalho mais equilibrado

Orientação sexual é um termo que está relacionado com as diferentes formas de atração afetiva e sexual de cada um. Existem três tipos principais:

  • Heterossexual (ou heteroafetivo): quando a pessoa se atrai por um gênero diferente do seu.
  • Homossexual (ou homoafetivo): quando a atração ocorre entre pessoas do mesmo gênero. Neste tipo, encontram-se as lésbicas e os gays.
  • Bissexual (ou biafetivo): quando a pessoa se sente atraída por ambos os gêneros, feminino e masculino.

Assim, temos o uso da sigla LGBT, que significa Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros, em uso desde a década de 1990. A sigla tornou-se popular como uma autodesignação, bem como algumas de suas variantes comuns, e tende a funcionar como um termo abrangente para minorias de orientação sexual e identidade de gênero. Com tudo o que foi sendo adicionado, vamos utilizar a sigla LGBT+, sendo o público relacionado “LGBTs”.

Há 18 empresas adotantes de 100% das práticas voltadas ao público LGBT+ dentre os 120 Lugares Incríveis para Trabalhar. A adoção dessas diversas práticas é mais comum entre as empresas de médio porte – 11 das organizações do grupo possuem entre 301 e 1500 funcionários, sendo consideradas empresas de médio porte; duas são organizações que possuem entre 50 e 300 funcionários, sendo consideradas organizações de pequeno porte, e cinco delas são de grande porte, com mais de 1500 funcionários. São organizações que estão localizadas predominantemente na região sudeste do país: 13 estão no estado de São Paulo e duas em Minas Gerais. Apenas uma delas está na região sul, no estado de Santa Catarina e duas estão no nordeste do país, nos estados da Bahia e Ceará.

O público não-hétero corresponde, em média, a 10% do quadro geral de funcionários nessas empresas; nas posições de liderança, representam cerca de 7% dos cargos.

Quando as empresas promovem um conjunto completo de práticas para a inclusão LGBT+, há um ambiente mais equitativo, inclusivo e melhor percebido pelas pessoas, garantindo a essas empresas uma média elevada, de 96.6 pontos (1.4 ponto a mais que as demais empresas premiadas e 2.9 pontos a mais que as empresas não classificadas) na assertiva de clima organizacional “As pessoas de qualquer idade, raça e orientação sexual são tratadas com a mesma justiça e respeito nesta empresa”.

Entendemos que o tema da orientação sexual é extremamente importante e deve ser gerenciado em todas as organizações. Essa inclusão gera melhores resultados e cria uma experiência de trabalho mais positiva e justa para todos.

Quer saber como isso acontece na sua empresa? Aplique a pesquisa FIA Employee Experience!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.