17 set 20

Fome de poder: 5 lições que viabilizaram o modelo disruptivo do McDonald’s

Filme - Fome de poder: Conheça os bastidores de criação da maior rede de  fast-food do mundo! - QG Jeitinho Caseiro

Fome de Poder é o nome brasileiro para o filme de nome original “The Founder”, que conta a história de Ray Kroc, um ex-vendedor de máquinas de milk shake que fez o McDonald’s ser o que é hoje. O filme, estrelado por Michael Keaton, está disponível no Netflix!

Selecionamos as principais lições que tornaram possível a revolução empreendida pelo “Méqui” no mundo!

  1. Persiga o que tem valor

Antes de revolucionar a forma com que o mundo come, Kroc vendia máquinas de milk shake e tinha consciência de que elas não tinham nada de especial. Quando os irmãos McDonald fazem uma grande encomenda, ele decide fazer a entrega das máquinas pessoalmente para ver de perto o que essa lanchonete tinha de especial, que estava precisando de tantas máquinas. 

Se não fosse pela consciência de falta de diferencial de seus produtos e pela perseguição assídua por algo que tivesse realmente valor, Ray Kroc nunca teria construído o McDonald’s.

  1. De olho no verdadeiro diferencial

A lanchonete estava sempre cheia o que poderia facilmente ser um falso indicativo de que a comida era muito boa. Mas, Kroc percebeu que o diferencial não era a comida e sim a rapidez. As pessoas iam ao McDonald’s porque não queriam esperar muito pela comida.

  1. O negócio e a sociedade

Para os irmãos McDonald a lanchonete que estavam construindo era só mais uma, mas Ray Kroc a via como algo a mais. Radical, enxergava nela uma igreja em que as pessoas se reuniam aos domingos. Isso porque entendia que a rapidez era uma necessidade emergente da sociedade americana da época. O negócio acompanhou um movimento da sociedade, fez parte dele e deixou seu legado.

  1. O negócio acontece nas ruas, não no escritório

Havia uma grande diferença entre o comportamento de Ray Kroc e os irmãos McDonald. Enquanto Kroc estava nas ruas, conhecendo gente e seus problemas para abrir novas franquias, os irmãos McDonald estavam sempre no escritório idealizando coisas que não se conectavam com a realidade.

  1. Esteja pronto para enxergar os talentos ao seu redor

Ninguém anda sozinho e os melhores empreendedores sabem disso. Ao longo do caminho, Ray soube identificar talentos e os manter por perto nas novas fases do negócio.

Assista ao trailer:


Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *